quinta-feira, 7 de julho de 2016

Esta saiu no O Antagonista.


Toffoli: jurista, advogado ou chicanista?


O professor Adilson Dallari diferencia jurista, advogado e chicanista.


A saber:

"Jurista é aquele que tem uma linha de pensamento, expressada através de um conjunto de estudos publicados, que guardam entre si uma correlação lógica e especialmente uma plena coerência. A função do jurista, do doutrinador, é apresentar aquilo que ele entende como uma verdade científica. O jurista digno desse nome não pode, para defender um caso específico, sustentar algo diferente daquilo que afirma em seus estudos".

"O advogado comum, militante, defende interesses e pode, em suas petições, apenas apresentar os argumentos favoráveis ao seu cliente.O defensor da parte contrária certamente fará a mesma coisa. O juiz sopesará os argumentos produzidos por ambos e decidirá. O advogado comum não tem um compromisso com a verdade científica. O compromisso do advogado é com a ética profissional, com a lealdade processual".

"O chicanista não tem compromisso algum. Defende qualquer tipo de interesse, lícito ou ilícito, não tem qualquer preocupação com a coerência e, muito menos, com a ética".

E O Antagonista pergunta: onde Dias Toffoli se encaixa?

(clique aqui para o post original)


Nenhum comentário:

Postar um comentário