sábado, 8 de agosto de 2015

O rombo nas finanças do Governo Federal é maior do que se pensava

O jornal O Estado de São Paulo, na sua edição de 1º de agosto de 2015, trouxe a seguinte matéria (clique sobre a figura para ler):


A conclusão é que estamos retornando ao período anterior à Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Não é por outra razão que a inflação está retornando com força: quando se gasta mais do que se arrecada, o deficit precisa ser coberto. Aumentam a dívida (e os juros) e também a inflação. A alternativa mais adequada (corte de gastos públicos) não é muito popular em governos populistas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário